Archive for maio \25\UTC 2010

h1

Ainda sobre a árvore…

25 de maio de 2010

Olá pessoal,

Precisava voltar aqui para escrever o que aconteceu nesta semana.

O post anterior, sobre o corte da árvore tinha me deixado um tanto quanto confusa. Não sabia se deveria tê-lo colocado. Mas na semana em que o coloquei aqui, eu li num blog de um amigo um versículo que falava exatamente sobre a árvore. Então isso me encorajou a colocar o texto. Talvez o texto tenha ficado um pouco confuso, não sei…Acho que não consegui expor minhas idéias da forma que deveria.Mesmo assim, espero que você tenha compreendido o sentido do que quis passar.

O fato é que, mesmo depois de ter postado o texto aqui, ainda fiquei meio preocupada achando que poderia ser algo da minha cabeça. Mas um amigo colocou um comentário que achei bem interessante e me deixou um pouco mais tranquila. Se quiserem, podem confirmar o comentário do Felipe Fernandes sobre o texto.

Ainda na mesma semana, ocorreu um fato bem interessante, e é sobre ele que eu quero compartilhar. Na semana ainda do post publicado, prá ser mais exata, no sábado, acordei com um barulho muito grande aqui na minha rua. Parecia barulho de serras elétricas. Olhei da janela, e nem acreditei quando eu vi: a prefeitura estava CORTANDO UMA ÁRVORE bem aqui do lado da minha casa. Levantei rapidinho para observar todo o processo de perto.Sinceramente, não tenho mais dúvida alguma de que era Deus falando e confirmando. Várias vezes tentamos acionar a prefeitura para cortar a árvore do nosso passeio, e eles demoram horrores para nos atender.

Mas como vocês sabem, precisa de autorização para se cortar ou podar uma árvore. A árvore do passeio do vizinho estava morrendo.Então, eles vieram cortá-la. Isso me fez lembrar do verspiculo que li no blog do meu amigo que diz: ” O machado já está posto à raiz das árvores, e toda árvore, pois, que não produz bom fruto é cortada e lançada no fogo.” (Mateus 3:10). E durante todo o tempo fiquei observando o trabalho dos funcionários da prefeitura. Cortaram exatamente como o processo que descrevi no texto.

A árvore morta, em seu lugar, não serve pra mais nada. Não dá fruto, não dá sombra. Era o caso da árvore do vizinho. E além de tudo, suas raízes cresceram tão rápido e com tanta força, que destruiu todo o passeio, inclusive já estava destruindo  o nosso. Como eu disse, somos comparados à árvore. E tem árvore que é assim: cresce tão rápido, com tanta força, que acaba destruindo o “passeio dos outros. ”  Aquela árvore era tão verdinha, com uma copa tão grande e tão redonda, que tampou toda a placa do quebra-mola, tampou a visão da rua. Vários carros que passavam, não viam o quebra-mola. E tem árvore que é assim: cresce tanto que toda a atenção é voltada para ela; impede de ver outras coisas tão importantes, os sinais que estão ali para nos avisar de algo. E sabe o que mais? Depois que aquela árvore foi cortada, agora, além de podermos enxergar as placas com facilidade, podemos ver mais claramente o azul do céu, e outras coisas que a árvore nos impedia de ver. Algumas árvores podem te impedir de ver as coisas.

Mas eu observei que quando eles colocavam os galhos da árvore no caminhão, os galhos mais difíceis eram os galhos secos da árvore. Galhos secos não se dobram, se quebram. Porque estão “acostumados” a manter a mesma posição. Se recusam a mudar de posição, ficam estáticos, imóveis, paralisados. E ainda machucam as pessoas. Os galhos verdes de outras árvores que foram podadas, eram mais fáceis de serem colocados, porque se dobravam com facilidade, ainda que estivessem cortados.

Re-Pensando:  Por isso o salmo 1 diz que o homem que confia no Senhor será bem-aventurado “Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará.” Precisamos ser uma árvore boa, que dá bons frutos; que ainda que dê boa sombra, não tampa a visão de ninguém; que tenha galhos maleáveis, que não se quebram facilmente.

Espero que tenham compreendido.

Deus abençoe!

Anúncios
h1

O Processo de corte da árvore

18 de maio de 2010

É interessante como Deus usa as coisas simples para comparar ao homem ou à vida do homem aqui na terra. Ele usa de exemplos de coisas que podem ser encontradas em todo lugar do mundo. E em algumas passagens da bíblia, Deus compara o homem à árvore. No salmo 1 e em Jeremias 17, diz que  “bem aventurado é o homem que confia no Senhor,porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto.”

Como Deus é sábio, não é mesmo? Um exemplo tão simples, de uma árvore, que tem em todo lugar do mundo. Estive meditando sobre a passagem de Jó 14:7 que diz: ” Porque há esperança para árvore, pois, mesmo cortada, ainda se renovará…” Isso me levou a estudar um pouco mais sobre as árvores.

A árvore é uma planta estável, firme que vive muitos anos, podendo variar o tempo de vida de acordo com cada espécie. Existem vários tipos de árvores e cada uma delas com características específicas. árvores coníferas ou resinosas fornecem madeiras moles, enquanto as árvores folhosas produzem madeiras duras. São necessários muitos anos para que uma árvore produza uma madeira que seja aproveitável, variando a época de corte segundo a sua espécie e o uso que se pretende dar à ela.

Mas o que eu queria compartilhar aqui é sobre o processo do corte de uma árvore. Não da poda, mas o corte direto ao tronco. Você sabe como é feito o corte de uma árvore?

Assim como a árvore, nós também precisamos passar pelo processo do corte na nossa vida. A primeira coisa a ser analisada é a situação em que a árvore se encontra. Existem árvores que precisam de um cuidado especial para serem cortadas. Elas estão tão emaranhadas em cipós que as unem uma com as outras, que pode fazer com que no momento do corte, derrubem várias outras árvores que nada têm com isso. Você pode entender? Pessoas podem estar tão ligadas umas às outras, que em situações tão complicadas, podem cair e derrubar outras consigo.Para isso é necessário que se corte os cipós primeiro. É necessário resolver as situações complicadas primeiro.

Eu pesquisei e encontrei que para se cortar uma árvore, abre-se primeiro, uma fenda no tronco, do lado onde ela deverá cair. Em seguida, outro corte é aprofundado do lado oposto. Assim, o tombamento da árvore obedece a uma direção predeterminada, evitando acidentes de consequências graves. É necessário que se faça uma fenda no nosso tronco, naquilo que teoricamente nos mantém de pé. Talvez seja um cargo importante, ou um bem material, ou uma pessoa que ocupa um lugar especial na nossa vida, ou nossos dons…  E assim, o Criador, aquele que fez a árvore, precisa agora, fazer o corte. Mesmo assim, ele faz isso com cuidado para que a árvore não se machuque, não sofra acidentes de consequências graves.E quando essa “velha e experiente” árvore cai, o lenhador ainda se preocupa com as pequeninas e frágeis plantas menores que crescem ao redor. Neste caso, podemos dizer que estas pequeninas plantinhas são as pessoas novas na fé. O corte de uma árvore mais velha, não pode interferir no processo de desenvolvimento de outras mais novas. Além de todo esse cuidado no momento da queda, o lenhador sabe que eventuais danos diminuem o valor comercial e utilitário da madeira. Você tem um valor especial para o Lenhador, ainda que esteja cortado. Isso não é bom?

Com a árvore já tombada, o Lenhador passa então, ao corte da copa e dos galhos e a divisão do tronco em toras. Nesse momento pode parecer que toda beleza e força da árvore já não exista. é assim que você se sente? Você está passando por uma situação por um momento onde parece que já não há mais beleza, devido aos cortes sofridos em sua vida? Pois é assim que eu me sinto muitas vezes. Mas veja: ainda há esperança.

Após o corte da árvore, é necessário que se faça o transporte das toras. E esse transporte geralmente é feito por vias naturais, nos leitos dos rios. Nas águas, o tronco desliza livremente impulsionado pela força da corrente de águas. Ele fica acima das águas. Saiba que para passarmos para um próximo passo, um outro nível, apesar dos cortes, podemos deslizar livremente sobre as águas, sem os possíveis galhos que poderiam nos fazer parar, ou dificultar o trajeto nas águas. E quanto mais forte a correnteza, mais rápido chegaremos ao destino final. Sempre acima das águas.

Agora aquela árvore tão bonita e forte, já não é mais uma árvore. É apenas um tronco. A beleza de suas copas já não existem. Mas agora, passará por um outro processo, também doloroso, que é o tratamento da madeira. Ela será aquecida, lixada, cortada mais um pouco até que seja transformada em algo totalmente diferente, mas com utilidade. Imagine quantas coisas a madeira pode se transformar? Vale a pena todo o processo.

Re- Pensando: Você está disposto a passar pelo processo de corte da árvore ou você já está passando por ele? Saiba que por mais doloroso que seja o processo , o trabalho do lenhador será sempre necessário e doloroso. Mas aquela árvore se tornará algo de grande utilidade e digno de ser elogiado.